comunicação

Notícias

05 de fevereiro de 2018

Combustível versus
custo operacional

Combustível versus

A inflação do grupo de Transporte, medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), encerrou o 2017 com alta de 4,1%, percentual que é superior ao da média nacional, calculada em 2,95% (menor patamar desde 1998). O resultado reflete, principalmente, a alta no valor dos insumos, em especial o dos combustíveis.

Os dados integram o boletim Conjuntura do Transporte – Macroeconomia, trabalho inédito lançado pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) na última quarta-feira (31). Segundo o levantamento da Confederação, os combustíveis subiram em média 8,8% no ano passado. O diesel teve elevação de 8,35%; a gasolina aumentou 10,3%.

Uma possível explicação para isso é a nova política de preços da Petrobras, que prevê reajuste diário dos valores das refinarias para as distribuidoras, acompanhando taxas de câmbio e cotações do petróleo no mercado internacional. Além disso, houve majoração, em julho, da alíquota do PIS/Cofins dos combustíveis. No diesel, o aumento foi de R$ 0,21 por litro; na gasolina, R$ 0,41 por litro.

Fonte: CNT

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

18 de outubro de 2018

Alunos da Escola Nossa Senhora da Apresentação

conhecem o Despoluir - Programa Ambiental do Transporte

17 de outubro de 2018

Despoluir visita Escola Municipal Kerginaldo

Ferreira Neto, em Natal-RN

16 de outubro de 2018

Copa SEST SENAT: participação de trabalhadores

do transporte eleva produtividade e bem-estar

MAIS NOTÍCIAS