comunicação

Notícias

19 de junho de 2019

Aplicativo para
transporte coletivo

Aplicativo para

O aplicativo Curitiba 156, da capital paranaense, ganhou uma nova função para usuários do transporte público. Por meio da ferramenta Origem e Destino, é possível verificar opções de ônibus mais próximas do local de partida e saber a melhor forma de se deslocar.

O cidadão digita o local onde está e o destino que deseja chegar e o aplicativo mostra quais são as opções de ônibus mais próximas do local de partida. "A opção de origem e destino não existia dentro da versão do Itibus", explicou o gestor de Tecnologia de Informação da Urbs, Vilson Kummel.

Segundo informações da Prefeitura, o Curitiba 156 usa a plataforma do Itibus da Urbs, que foi aperfeiçoada para virar aplicativo

Com o aplicativo para celular Curitiba 156 os passageiros também podem fazer bloqueio do cartão-transporte, consultar o extrato completo do crédito de passagens e ainda ver no mapa da cidade a localização em tempo real das 250 linhas de ônibus, os itinerários e horários.

Antes, para bloquear o cartão só era possível ligando para a Central 156 e, o desbloqueio pessoalmente num dos postos de atendimento da Urbs. Agora, em caso de roubo ou perda do cartão o titular pode fazer o bloqueio diretamente pelo aplicativo e do contrário, também desbloquear quando reaver o cartão.

"Dentro do aplicativo Curitiba 156, basta clicar no ícone Meu Ônibus para as funcionalidades aparecerem. Se a opção for o itinerário, o sistema traça rotas para o cidadão, informa as linhas em tempo real próximo ao ponto exato do caminho em que está o ônibus", informou a Prefeitura, em nota.

Outra funcionalidade é um ícone que aparece acima do nome da linha selecionada mostrando se ela tem acessibilidade e ainda se aceita apenas cartão-transporte, além de estimar o tempo do trajeto.

Além disso, o Meu Ônibus mostra para o passageiro todos os pontos de parada da linha selecionada ao longo do trajeto, segundo informações da Prefeitura.

Ainda dentro do Meu Ônibus, é possível marcar a linha mais usada com frequência em "favoritar", facilitando uma próxima consulta. O usuário do cartão-transporte pode consultar o saldo de créditos de passagem pelo aplicativo e obter um extrato simplificado dos usos do cartão.

Cadastro

Se o cidadão já tem conta no portal de internet da Central deverá ativar o Curitiba 156 utilizando o mesmo login e senha. Se ainda não tem, será necessário se cadastrar, ativar a conta por meio de um link enviado por e-mail e depois fazer o login com CPF e senha. Os sistemas são sincronizados, segundo a Prefeitura.

No cadastramento da identificação é possível acrescentar uma foto de perfil e incluir a leitura digital por biometria, se o aparelho celular tiver esta funcionalidade e, inclusive, fazer login pelo Facebook.

Fonte: Diário do Transporte

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

14 de novembro de 2019

Capacitação do ITL oferece ao mercado

novos especialistas em transportes

12 de novembro de 2019

Transformação digital no setor de transporte

requer mudança cultural nas organizações

08 de novembro de 2019

Diagnóstico socioambiental das empresas do RN

mostra comprometimento com a gestão ambiental

MAIS NOTÍCIAS