comunicação

Notícias

16 de outubro de 2018

Copa SEST SENAT
produtividade e bem-estar

Copa SEST SENAT

A fórmula que garante o sucesso dos times que disputam a Copa SEST SENAT de Futebol 7 Society - um campeonato destinado somente para trabalhadores de empresas de transporte - possui como variáveis tanto o comprometimento das equipes quanto o engajamento das empresas de transporte. Por trás dos treinamentos e viagens, departamentos de recursos humanos se empenham para garantir o suporte necessário aos times, oferecendo desde o abono do ponto a recompensas financeiras. Os reflexos são percebidos na saúde, na produtividade e no bem-estar dos trabalhadores que disputam o torneio.

A Viação Conquistadora, empresa que representa o time de Pelotas (RS), costuma abonar o ponto dos jogadores na época das viagens. "No ano passado, liberamos os funcionários por quatro dias para a disputa da final em Fortaleza. Esse ano fizemos o mesmo durante a ida da equipe para Goiânia para os jogos das quartas de finais", conta o tesoureiro da empresa e responsável pela equipe, Gilberto Borchardt. Segundo ele, outro tipo de apoio essencial é a oferta de infraestrutura para treinamento, como quadras, bolas e uniformes.

Borchardt afirma que os atletas do time dificilmente têm qualquer tipo de doença. "Temos muitos funcionários obesos, com problemas de pressão e diabetes. Os jogadores da Copa SEST SENAT, entretanto, não costumam apresentar atestados médicos porque a saúde deles é melhor", explica. Ele também diz que os jogos impactam positivamente a produtividade desses trabalhadores, porque ajudam a reduzir o estresse. "O transporte coletivo é alvo de violência e assaltos em todo o país. O nível de estresse é alto no setor. A Copa faz com que as pessoas esqueçam desses problemas, porque elas focam no campeonato", explica o tesoureiro.

O torneio também surtiu reflexos positivos na Organização Guimarães, que representa o time de Fortaleza (CE). A empresa tem o hábito de incentivar a prática de esportes há 35 anos. Tanto, que, dos três títulos da Copa SEST SENAT que foram para a capital cearense, dois foram conquistados pelo time da empresa, composto, em sua maioria, por motoristas de ônibus, cobradores e mecânicos. "Nós temos funcionários que completaram 35 anos de carreira e só entraram porque a empresa tinha time de futebol. A nossa rotatividade é baixa entre os trabalhadores que praticam esportes porque eles se sentem mais satisfeitos na vida pessoal e na profissional", explica o diretor-executivo, Luís Guimarães.

A Empresa de Transporte Apoteose, que representa o time de Contagem (MG), também incentiva a prática de exercícios físicos. Fazem parte de seu quadro maratonistas e jogadoras de futebol. "Nosso time feminino está se consolidando. As meninas usam a própria estrutura do SEST SENAT para treinar", conta o diretor de operações, Luciano Chagas. Ele considera que, os trabalhadores, além de bons atletas, também são bons profissionais e destaca que uma aptidão está vinculada à outra.

O futebol também foi decisivo para que os trabalhadores da Eucatur tivessem maior qualidade de vida no seu dia a dia. Os atletas do time que representa a unidade de Manaus (AM), formado por motoristas, cobradores, mecânicos, lavadores e trabalhadores dos setores financeiro e administrativo, têm tido menos doenças ocupacionais, além de redução do nível de estresse.

O gerente de recursos humanos da Eucatur, Márcio Mesquita, acredita que o diferencial que a equipe promove é a interação entre as distintas áreas da empresa. Ele também destaca a importância das instalações do SEST SENAT para os treinamentos. "Os trabalhadores usam mais a estrutura da instituição do que a da nossa empresa. Temos uma grande parceria. Todos os nossos funcionários têm a carteira de lá. Além do espaço destinado ao lazer e ao esporte, eles também utilizam os serviços prestados pela odontologia, nutrição e fisioterapia", conta.

O diretor-executivo da Organização Guimarães ressalta o apoio do SEST SENAT aos times, durante a Copa, oferecendo traslado, infraestrutura, passagem e alimentação na fase nacional. "Uma das principais motivações da equipe é viajar pelo país. Temos atleta que andou pela primeira vez de avião no torneio. Todo o suporte faz a gente se mobilizar para participar a cada ano", conclui Luís Guimarães.

Os jogos da semifinal e da final do campeonato ocorrerão nos dias 20 e 21 de outubro, em Pelotas (RS). Acompanhe a cobertura em www.sestsenat.org.br e na página do SEST SENAT no Facebook: facebook.com/sestsenatbrasil.

Fonte: Sest Senat

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

22 de janeiro de 2019

Empresas de ônibus pedem fim do Uber Juntos

e ressarcimento por perda de passageiros

21 de janeiro de 2019

Presidente da Fetronor defende reformas

para retomada do crescimento econômico

18 de janeiro de 2019

Sest Senat oferece cursos que habilitam

motoristas para atividades especializadas no transporte

MAIS NOTÍCIAS