comunicação

Notícias

18 de agosto de 2017

Fetronor participa
de audiência pública

Fetronor participa

O presidente da Federação das Empreas de Transporte de Passageiros do Nordeste (Fetronor), Eudo Laranjeiras, participou nesta terça-feira (15), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, de audiência pública sobre transportes coletivos intermunicipais acima de 15 passageiros. De propositura do deputado George Soares (PR), o debate girou em torno da necessidade de legalização dos transportes alternativos, a fim de promover uma concorrência mais justa e um serviço de excelência por parte dos prestadores do serviço de transporte de passageiros do RN, beneficiando, assim, todos os cidadãos.

De acordo com Eudo Laranjeiras, não se pode concorrer com quem não é regulamentado. Para ele, "o Estado tem que decidir o que quer, se é carro grande ou pequeno, e aí regulamenta todo mundo. Não se pode fazer turismo, por exemplo, com qualquer tipo de carro, sem guia. Nós precisamos de regulamentação, sim. E que seja a melhor pra todo o estado".

Segundo George Soares, os estados da Paraíba, Ceará e Pernambuco já estão regulamentando a atividade, pela ausência do estado em garantir o direito constitucional do cidadão de ir e vir. Ele acrescentou que "é o momento de regularizar a classe aqui no RN. Eles pagam impostos, têm família, geram renda e emprego. Por que na hora da fiscalização eles são tratados como irregulares? Por que o tratamento com eles é diferente? Não estou acusando o DER, só estou falando de uma realidade. Meu gabinete já está elaborando uma minuta de projeto de lei pra regulamentar essa atividade e eu garanto que esta Casa aprovará", disse o deputado.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

22 de novembro de 2017

Empresário Arthur Bruno Schwambach

Fundador do Grupo Borborema

21 de novembro de 2017

Governo regulamenta Pró-Transporte até 2020

Seleção de propostas do Refrota continuará com as regras atuais.

17 de novembro de 2017

Investimento nas rodovias é menor

que o gasto com acidentes - conforme pesquisa CNT

MAIS NOTÍCIAS