comunicação

Notícias

19 de março de 2020

Interestaduais
sofrem perdas de 30%

Interestaduais

Diante do agravamento dos casos de coronavírus no país, empresas de ônibus rodoviário interestadual reforçam os procedimentos de limpeza dos veículos e adotam medidas para se adequarem à nova realidade. Até o momento, houve redução de, aproximadamente, 30% no número de passageiros transportados, de acordo com a Abrati (Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros). Mesmo diante do cenário de incertezas provocado pela pandemia, a oferta do serviço respeita as orientações das autoridades em cada estado.

A Abrati informa, ainda, que vem reforçando as recomendações já enviadas a todas as empresas associadas para que intensifiquem os cuidados com a higienização dos ônibus, redobrem a atenção quanto à disponibilidade de água e sabão nos sanitários dos veículos e disponibilizem álcool em gel em locais de atendimento e/ou durante o embarque. Além disso, foram criados comitês internos para acompanhar esse processo e os desdobramentos para o setor.

Alerta

A associação também se colocou à disposição do Ministério da Saúde, por meio de ofício encaminhado ao ministro, para divulgar e adotar medidas preventivas contra a propagação do coronavírus, tendo em vista a natureza do serviço prestado pelo setor, essencial à população.

Além dessas medidas, as empresas seguem atentas às determinações das autoridades por suspensão de viagens e avaliará, caso a caso, as remarcações de bilhetes e o reembolso das passagens, de acordo com normas da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres).

Em números, o segmento rodoviário regular de transporte terrestre de passageiros é a soma de empresas que representam cerca de 80% do total de passageiros versus os quilômetros transportados de todo o segmento rodoviário regular interestadual e internacional. É, também, o responsável pela geração de 60 mil empregos diretos, sendo 15 mil só para motoristas. Por ano, o setor transporta mais de 50 milhões de passageiros e emite, em média, 2,2 milhões de passagens ao ano, além da oferta de 4,8 milhões de gratuidades.

Fonte: CNT

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

02 de abril de 2020

Nota Oficial: Corte de recursos do SEST SENAT

Redução compromete atendimentos a trabalhadores e empresas de transporte

01 de abril de 2020

Empresas de ônibus do RN demitem

profissionais por conta da queda no fluxo de passageiros

01 de abril de 2020

Mais de 50 mil motoristas já foram

atendidos em ação do SEST SENAT

MAIS NOTÍCIAS