comunicação

Notícias

14 de janeiro de 2019

Presidente da CNT
critica falta de diálogo

Presidente da CNT

O presidente da CNT e dos Conselhos Nacionais do SEST e do SENAT, Clésio Andrade, considera que uma decisão arbitrária, de redução do financiamento do Sistema S, vai prejudicar o funcionamento do SEST SENAT e os trabalhadores do setor de transporte.

Ele destacou a situação dos caminhoneiros, que já estão prejudicados pelo não cumprimento da tabela de frete, pelas variações do preço do diesel e pelas más condições das rodovias. Com cortes no Sistema S, podem ficar sem treinamentos e sem assistência à saúde.

"Entendemos que o governo deveria chamar as Confederações e abrir um diálogo. Até agora, não se abriu nenhum diálogo. Está parecendo um governo arbitrário", afirma Clésio Andrade, ao reforçar que o setor está aberto à negociação.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

17 de abril de 2019

Setor alerta governo sobre necessidade

de redução do preço do diesel

16 de abril de 2019

Nova planilha tarifária acompanha

crescimento do transporte coletivo urbano

12 de abril de 2019

Petrobras eleva preço do diesel

Aumento é de 5,74% nas refinarias

MAIS NOTÍCIAS