comunicação

Notícias

08 de junho de 2018

Projeto de lei
de incêndio a ônibus

Projeto de lei

Diante dos últimos acontecimentos envolvendo crimes de incêndio a ônibus no Estado de Minas Gerais, a Frente Parlamentar do Transporte Público (FPTP) encaminhou na última quarta-feira, 6 de junho, um ofício ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, solicitando que o Projeto de Lei 1.572/2007, que aumenta as penas para crimes de incêndio em ônibus, trens e metrôs, seja pautado em caráter de urgência para votação no plenário da Câmara dos Deputados.

Os números de ônibus incendiados no Brasil são alarmantes. De 2004 até 6 de junho de 2018, esse crime já tirou de circulação 2.286 ônibus, causando um impacto de R$ 1 bilhão de reais em toda a sociedade. Só para reposição de veículos foram necessários R$ 914 milhões, custo arcado pelas empresas. Em 2018, 141 ônibus já foram incendiados, causando transtornos a 71 mil passageiros.

A Região Sudeste comanda o ranking com 81,6% dos casos (115 ocorrências), sendo que mais da metade foram no Estado de Minas Gerais, com 76 ônibus queimados, ou 53,9% desse total. A NTU também se posicionou no dia 5 de junho divulgando uma nota de repúdio, enviada à imprensa nacional, expondo os impactos gerados pelos incêndios e os prejuízos causados às empresas e à sociedade. A entidade permanece compilando os dados e atualizando a imprensa.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

22 de fevereiro de 2019

VI Prêmio TransportAr será no dia 13 de março

Evento vai reunir empresas que participam do Despoluir

19 de fevereiro de 2019

Despoluir participa de blitz educativa

da Operação Verão em Natal-RN

18 de fevereiro de 2019

Fetronor participa da inauguração do novo

Complexo Hotel Escola Senac Barreira Roxa

MAIS NOTÍCIAS