comunicação

Notícias

29 de outubro de 2015

Alunos do Sest Senat conhecem o Despoluir
Programa Ambiental do Transporte foi apresentado pela coordenadora da Fetronor

Alunos do Sest Senat conhecem o Despoluir

Os alunos do Sest Senat Natal conheceram nesta quinta-feira (29) o Programa Ambiental do Tranporte - Despoluir. A coordenadora do Despoluir da Fetronor, Adriana Dias, e o técnico Eberton Gomes, fizeram a apresentação para os alunos do curso de Condutores de Veículos de Transporte Coletivo de Passageiros, falando desde a criação do programa pela CNT até a parte operacional das aferições veiculares, mostrando dados e resultados alcançados no estado do Rio Grande do Norte.

De acordo com a coordenadora do Programa Despoluir, Adriana Dias, a apresentação teve como objetivo mostrar aos alunos do Sest Senat como funciona o projeto de redução e emissão de poluentes de veículos movidos a diesel. "Mostramos aos alunos como é feito o controle ambiental através de análises de dados do Despoluir, mostrando também as práticas ambientais dentro das empresas de transportes do Rio Grande do Norte", explica Adriana.

Também foi abordado o procedimento depois que as aferições são aprovadas. "Mostramos para os alunos que essas aferições consistem na verificação da quantidade de material particulado – poluentes – presente na fumaça emitida pelos ônibus e caminhões. Se o índice está de acordo com limites fixados por normas ambientais, os veículos são aprovados e recebem o selo do Despoluir. Do contrário, os proprietários são orientados sobre a manutenção que deve ser feita, para regularizar a situação", completou a coordenadora.

O diretor do Sest Senat Natal, Jefferson Dantas, elogiou a iniciativa. "O Sest Senat apoia o Programa Despoluir por entender que é uma extraordinária iniciativa do setor transporte para dar sua contribuição pela melhoria da qualidade do ar, tanto nas cidades, quanto nas estradas. A educação profissional deve estar alinhada com as demais questões da vida do trabalhador, e sem dúvidas, a preocupação ambiental é uma delas", disse Jefferson.

De 2007, quando o programa teve início em todo o Brasil, até agosto de 2015, já foram realizadas mais de 1,4 milhão dessas verificações. Quando os veículos não estão de acordo com padrões estabelecidos por órgãos ambientais, os veículos são reprovados, e os proprietários recebem orientações sobre medidas que devem ser tomadas para corrigir o problema. Já foram atendidas mais de 12 mil empresas e de 13,5 mil caminhoneiros autônomos.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

29 de maio de 2020

Governo de Pernambuco anuncia plano para reabertura econômica

Retorno será gradual e deve respeitar orientações sanitárias

29 de maio de 2020

Prefeitura do Natal diz não ser necessário

adotar regime de lockdown no município

29 de maio de 2020

Desemprego no Brasil sobe para 12,6% em abril

e atinge 12,8 milhões, segundo IBGE

MAIS NOTÍCIAS