comunicação

Notícias

27 de março de 2015

ANTT regulamenta sistema eletrônico para aplicação de multa
Objetivo é garantir mais eficiência e agilidade aos processos

ANTT regulamenta sistema eletrônico para aplicação de multa

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) aprovou a resolução nº 4.633 que regulamenta a lavratura eletrônica de autos de infração, o trâmite e o processamento eletrônicos, a comunicação de atos e as manifestações nos processos administrativos. A medida foi publicada, nesta quinta-feira (26), no DOU (Diário Oficial da União). A Agência informou que o objetivo é garantir mais eficiência e agilidade aos processos, já que o novo sistema busca informatizar os procedimentos administrativos de fiscalização do transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros e do transporte rodoviário de cargas.

A resolução que regulamenta a lavratura eletrônica é essencial para o pleno funcionamento do Sifama (Sistema Integrado de Fiscalização, Autuação, Multa e Arrecadação). O sistema facilita o pagamento de multas pelo usuário e desburocratiza procedimentos como notificação e interposição de defesas e recursos administrativos. Com o antigo procedimento, levava-se, em média, dois anos e meio para chegar até a última etapa de um processo que segue o seguinte fluxograma: lavratura do auto, notificação de autuação, defesa, notificação de multa, recurso, inscrição no Serasa e inscrição na dívida ativa.

Com o Sifama, o tempo foi reduzido para cinco meses e meio - nos casos de inscrição na dívida ativa – e três meses para inscrição no Serasa. Antes, somente a notificação de autuação poderia chegar a 30 dias – para autos de excesso de peso – e mais de um ano para autos de transporte. Hoje, a notificação de autuação é enviada no mesmo dia da lavratura do auto, em tempo real.  A ANTT ainda explicou que as notificações serão feitas, preferencialmente, por meio eletrônico. Caso não apresente defesa ou recurso, o usuário poderá acessar uma área criada especificamente para ele para imprimir o boleto de cobrança. 

Com informações da ANTT 

Thays Puzzi - Agência CNT de Notícias

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

25 de janeiro de 2021

Empresários do transporte público de Campina Grande

apresentam problemas do setor ao prefeito Bruno Cunha

25 de janeiro de 2021

Sistema CNT lança ebook e site dedicados

à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais

22 de janeiro de 2021

Número de passageiros de ônibus em Mossoró

cai mais de 90% durante a pandemia

MAIS NOTÍCIAS