comunicação

Notícias

19 de abril de 2017

CETRAN do RN
tem nova formação

CETRAN do RN

O Conselho Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Cetran/RN) está com nova formação composta por membros dos órgãos componentes do Sistema Nacional de Trânsito do Estado, dentre outros. De acordo com ato do governador Robinson de Faria, no diário oficial, nº13.893, publicado em 23 de março do presente ano, o Conselho possui membros do Detran, Prefeitura Municipal do Natal, Prefeitura de Parnamirim, Prefeitura de Mossoró, Sindicato de Transportes Rodoviários (Sintro/RN), Polícia Militar, Departamento de Estradas e Rodagens (DER), Secretaria De Recursos Hídricos (Semarh) e Associação dos Ciclistas.

A Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste (Fetronor) permanece no Conselho Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte e terá como representante o superintendente Eiblyng Scardini Menegazzo (foto). Dentre as funções do Cetran compete cumprir e fazer cumprir a legislação e as normas de trânsito, elaborar normas de sua competência, responder a consultas ligadas a normas e procedimentos normativos de trânsito, estimular e orientar a execução de campanhas de trânsito, julgar recursos municipais e estaduais interpostos por decisão da Junta Administrativa de Recursos de Infração (Jari), no que abrange o Estado do Rio Grande do Norte que façam parte do Sistema Nacional de Trânsito, acompanhar e coordenar atividades de administração, educação, engenharia, fiscalização, formação de condutores, registro e licenciamento de veículos, articulando os órgãos do sistema do Estado, repostando-se ao Conselho Nacional de Trânsito (Contran), quando necessário.

Fonte: www.rn.gov.br

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

01 de junho de 2020

Mobilidade é direito essencial e permanente

Artigo do Presidente da ATM

01 de junho de 2020

Câmara aprova MP do Programa Emergencial

de Manutenção do Emprego e da Renda

01 de junho de 2020

PIB do transporte cai 2,4% no primeiro trimestre

Análise da CNT mostra que o setor foi diretamente afetado pela pandemia

MAIS NOTÍCIAS