comunicação

Notícias

27 de julho de 2017

CNH eletrônica
entra em vigor em 2018

CNH  eletrônica

A partir de fevereiro de 2018 os motoristas poderão utilizar uma versão eletrônica da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), que terá o mesmo valor jurídico do documento em papel. A CNH-e foi aprovada pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito) em reunião realizada na terça-feira (25).

A validade do documento poderá ser comprovada pela assinatura com certificado digital do emissor ou com a leitura do QRCode, como já é realizado com a CNH impressa. Agentes de trânsito poderão consultar os dados dos documentos por meio de um aplicativo de celular, que está em fase de testes.

"Estamos dando um passo à frente, desburocratizando o processo. Há um conjunto de padrões técnicos para suportar um sistema criptográfico que assegura a validade do documento. Com isso, quem esquece a CNH em casa, não estará sujeito à multa e pontos na carteira. Basta apresentar o documento digital", destaca o ministro das Cidades, Bruno Araújo.

A CNH de papel continuará sendo emitida normalmente pelos Detrans (Departamentos Estaduais de Trânsito).

Com informações do Ministério das Cidades

Agência CNT de Notícias

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

10 de julho de 2020

Idec pede rapidez na tramitação e aprovação

do Programa Emergencial do Transporte

10 de julho de 2020

Operação contra o transporte clandestino

ANTT realizará ação em todo o país

10 de julho de 2020

CNT promove quarta rodada da pesquisa sobre

a situação da empresas após quatro meses de pandemia

MAIS NOTÍCIAS