comunicação

Notícias

13 de maio de 2021

CNT se posiciona
sobre teor de biodiesel

CNT  se posiciona

A CNT (Confederação Nacional do Transporte) manifesta, por meio de nota divulgada nesta quinta-feira (13), sua preocupação quanto às discussões sobre a evolução compulsória do teor de biodiesel no óleo diesel comercializado no Brasil – atualmente a mistura está em 13%. Subscrevem o documento nove entidades que representam mais de 200 mil transportadoras, empresas produtoras, distribuidoras, importadoras e revendedoras, além de indústrias relacionadas ao consumo de diesel.

De acordo com a nota, a evolução prevista do percentual de mistura implicará maiores custos para o transporte de cargas e de passageiros, o que aumentaria os preços de produtos para toda a sociedade. Segundo o posicionamento, essa elevação também poderá provocar danos a máquinas e motores, diminuição da sua vida útil e baixa performance de equipamentos.

O documento informa ainda que, a partir de 2022, entrarão em vigor, no Brasil, novos limites de emissão de poluentes com a adoção de tecnologias veiculares mais modernas (Fase P8 do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores - Proconve), com as quais os altos percentuais elevados de biodiesel ainda não foram testados.

“Estudos recentes apontam que teores elevados de biodiesel promovem aumento das emissões de óxidos de nitrogênio, hidrocarbonetos e monóxido de carbono, com impactos negativos que afetam a saúde humana e o meio ambiente, além de elevar o consumo de combustível, gerando ainda mais emissões e custos adicionais que são transferidos a toda a população”, explica a nota.

Assinam o posicionamento a CNT, IBP, ANFAVEA, Fenabrave, Fecombustíveis, Sindipeças, BRASILCOM, ABICOM e SindTRR.

Acesse aqui a nota na íntegra

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

21 de junho de 2021

Transporte público precisa de socorro financeiro e reestruturação

Esse foi o consenso dos participantes da audiência pública

21 de junho de 2021

Transporte público vive onda de falências

21 grupos encerraram as atividades no período da pandemia

21 de junho de 2021

Recife aprova priorização de vacina contra

covid-19 para motoristas de ônibus

MAIS NOTÍCIAS