comunicação

Notícias

08 de maio de 2013

Empresas de transporte de passageiros do
Paraná ganham isenção do ICMS sobre Diesel

Empresas de transporte de passageiros do

Na última segunda-feira (6) foi sancionada, no Paraná, a lei que isenta as empresas de transporte público coletivo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) sobre o óleo diesel. Com essa medida, cinco milhões de pessoas de 21 cidades serão beneficiadas com um impacto na tarifa que pode chegar a até R$ 0,06 por passagem. Ela entra em vigor assim que for publicada.
Para o diretor administrativo e institucional da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU), Marcos Bicalho, a isenção tem um peso considerável. Segundo ele, o óleo diesel é o segundo insumo mais importante do setor, depois da mão de obra, e representa algo em torno de 20% dos custos. “Isso tem uma importância social muito grande porque, normalmente, atende a população menos favorecida, e qualquer tipo de redução e desoneração de custos é importante”, explica à Agência CNT de Notícias.
O Paraná é o terceiro ente federativo a implantar tal medida. Amazonas e Distrito Federal já contam a isenção total do ICMS sobre o óleo diesel. Outros estados como Ceará, Pernambuco e Rio de Janeiro praticam a isenção parcial, incidência de metade do imposto sobre o insumo. 
A isenção do ICMS sobre o óleo diesel é uma das propostas integrantes do Projeto de Lei nº 310 de 2009 da Câmara dos Deputados, Regime Especial de Incentivos para o Transporte Coletivo Urbano e Metropolitano de Passageiros (Reitup). Segundo Marcos Bicalho, essa é uma proposição bastante abrangente de desoneração tributária do setor e que engloba os três níveis de governo. 
Antes mesmo da aprovação desse projeto (está na última comissão do Senado), estados e municípios têm se antecipado com medidas para desonerar os custos do setor, como o que ocorre com a isenção do ICMS sobre o óleo diesel. “É uma preocupação grande de tentar manter as tarifas a preços módicos para permitir que o cidadão comum pague a sua passagem referente a esse serviço público essencial”, comenta o diretor da NTU. 

Fonte: Ana Rita Gondim - Agência CNT de Notícias

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

22 de janeiro de 2021

Número de passageiros de ônibus em Mossoró

cai mais de 90% durante a pandemia

22 de janeiro de 2021

Em webinar do Sistema CNT, especialistas

apontam oportunidades na aplicação da Lei de Proteção de Dados

21 de janeiro de 2021

Grande Recife propõe aumento de tarifa

nos horários de maior demanda e redução da passagem fora do pico

MAIS NOTÍCIAS