comunicação

Notícias

29 de novembro de 2012

Fetronor participa do Nominuto Econômico e Social
Evento debateu propostas e ações para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte

Fetronor participa do Nominuto Econômico e Social

O superintendente da Fetronor, Eiblyng Scardini Menegazzo, representou a entidade nas discussões do Nominuto Econômico e Social, realizado nos dias 27 e 28 no salão de eventos do Hotel Ocean Palace. A parceria entre Sinduscon, Governo do Estado, Assembleia Legislativa, Sebrae e o portal Nominuto.com, teve como palestrantes o consultor econômico Raul Velloso, o superintendente do DNIT, Ézio Gonçalves dos Reis e o ministro-chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Moreira Franco.

O Ministro Moreira Franco falou sobre o crescimento da classe média e as novas conquistas. Mostrando que esta está impulsionando o crescimento do Brasil, através do aumento no consumo. A Fetronor enxerga isso como uma grande conquista. De acordo com Eiblyng Scardini, o poder público precisa acompanhar este crescimento, principalmente no que tange a questão da infraestrutura das cidades. "O sonho da compra de um carro por exemplo tornou-se realidade para uma boa parcela da população brasileira, isto trouxe o crescimento da frota de carros de maneira desproporcionalmente maior que todos os outros crescimentos apresentados pelo Brasil e isto ocasionou um sufocamento quase letal para as cidades. É preciso haver uma atitude por parte dos gestores públicos, seja através de obras de infra estrutura, direcionamento de políticas, ou restrição e ordenamento do uso de veículos particulares em determinadas regiões problemáticas. Somos totalmente favoráveis ao crescimento, produção, e compra de automóveis, somos contrários ao cerceamento do direito coletivo em detrimento do individual. Se não há infra estrutura que comporte todos, é necessário regulamentar. A Lei 12.587/2012 da Mobilidade Urbana resolve isto priorizando o transporte coletivo sobre o individual, e dá outras providências", defende o superintendente.

Mas para que essas mudanças ocorram, o dirigente defende uma integração nacional. "Achamos que é preciso haver uma integração maior entre os entes federais, estaduais e municipais, afim de buscarem soluções conjuntas para o problema da mobilidade urbana. Caso não haja essa integração, não haverá também a solução. É preciso sentarmos todos a uma mesma mesa, e discutirmos o problema em conjunto, e buscarmos soluções conjuntas, como o VLT, o BRT que não se houve falar aqui no estado, a acessibilidade nas ruas, calçadas e edificações, e o ordenamento de uso e ocupação do solo. Caso não ocorra essa integração, as ações isoladas não resolverão os problemas enfrentado por todos os cidadãos", disse o superintendente Eiblyng Scardini, que elogiou a iniciativa do Nominuto.com, "os debates foram de extrema importância para a evolução econômica do estado, é importante valorizar os eventos econômicos do Rio Grande do Norte, principalmente quando o debate é de cooperação e com ações que contribuam para o desenvolvimento do estado”, encerrou.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

26 de fevereiro de 2021

João Pessoa amplia frota

com mais 30 veículos nos horários de pico

26 de fevereiro de 2021

Redução de passageiros durante a pandemia gera

prejuízo de R$ 2,6 bilhões para sistema de transporte de SP

25 de fevereiro de 2021

ANTP lança Portal Boas Práticas

Objetivo é apresentar experiências positivas para a mobilidade urbana

MAIS NOTÍCIAS