comunicação

Notícias

19 de julho de 2012

Governo destinará R$ 7 bilhões para mobilidade urbana
75 cidade de médio porte vão ser contempladas com metrô, VLTs e corredores de ônibus destinados à infraestrutura de transporte

Governo destinará R$ 7 bilhões para mobilidade urbana

O Governo federal anuncia nesta quinta-feira investimentos de R$ 7 bilhões em mobilidade urbana para 75 cidades de médio porte, com população entre 250 mil e 700 mil habitantes. Ao todo, 22 municípios paulistas vão ser contemplados com serviços a exemplo de metrô, VLTs, corredores de ônibus e outros destinados a melhorar a infraestrutura de transporte urbano de massa.

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Médias Cidades, como vem sendo chamado, beneficiará municípios em 18 estados. A presidente Dilma Rousseff pretende anunciar os recursos para empreendimentos de infraestrutura no transporte urbano em reunião para a qual foram convidados os 75 prefeitos. Eles terão de apresentar projetos que passarão por seleção no Ministério das Cidades.

Em São José do Rio Preto, os recursos pleiteados servirão para trabalhos de R$ 330 milhões, incluindo a construção de quatro grandes viadutos, 12 corredores preferenciais para ônibus, 22 miniterminais integrados com a instalação de ciclovias e bicicletários.

O reforço no orçamento para mobilidade urbana ocorre em um momento em que o Governo mostra dificuldades em executar o orçamento para o setor. Levantamento preparado pela ONG Contas Abertas, com base no Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi), mostra que, do orçamento de R$ 2,1 bilhões para 2012, só 3%, ou R$ 64,8 milhões, foram de fato desembolsados no primeiro semestre. Apenas 15,5% do montante, R$ 324,9 milhões, foram empenhados de janeiro a junho.

O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro (PP), informou que a Pasta vem melhorando a execução orçamentária e já empenhou R$ 10,3 bilhões do orçamento de R$ 22,7 bilhões previsto para este ano, que deverá ser totalmente utilizado. Ele admite alguns atrasos fortuitos nas obras da Copa do Mundo de 2014, mas disse que as soluções estão em curso. O Governo ainda vai lançar outro PAC, destinado à prevenção de catástrofes. Os investimentos, de montante indefinido, vão contemplar contenção de encostas e drenagem, além de previsão do tempo.

No dia 25 de abril, a presidente Dilma Rousseff anunciou os projetos selecionados pelo PAC para a área de mobilidade urbana nas grandes cidades. Ela defendeu a necessidade de ampliar os investimentos na construção de metrôs. (das agências)

E agora - Entenda a notícia. O governo vai apresentar as regras do processo seletivo dos municípios, que deverão elaborar o projeto executivo para obras como construções de estações e linhas de metrô, aquisição de veículo leve sobre trilho (VLT) e construção de corredores de ônibus.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

22 de janeiro de 2021

Número de passageiros de ônibus em Mossoró

cai mais de 90% durante a pandemia

22 de janeiro de 2021

Em webinar do Sistema CNT, especialistas

apontam oportunidades na aplicação da Lei de Proteção de Dados

21 de janeiro de 2021

Grande Recife propõe aumento de tarifa

nos horários de maior demanda e redução da passagem fora do pico

MAIS NOTÍCIAS