comunicação

Notícias

27 de novembro de 2020

Inflação prévia
do setor tem alta de 1%

Inflação prévia

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou nessa semana o resultado da inflação prévia no país em vários setores, incluindo o de transportes com base no IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15).

A área de transportes registrou um crescimento de 1%, principalmente devido ao aumento dos combustíveis, com alta na gasolina de 1,17%, óleo diesel (0,53%), gás veicular (0,55%) e o etanol com a maior elevação nos preços, chegando a 4,02% na variação entre outubro e novembro deste ano.

Indo em sentido oposto está o setor aéreo, que apesar de um aumento em 3,46% no valor das passagens, apresentou desaceleração de 39,90% em relação a outubro.

Já as passagens no transporte rodoviário registraram leve queda, marcando uma baixa de 0,40% nas viagens intermunicipais e 0,52% nas interestaduais.

SOBRE O IPCA-15

O cálculo do IPCA-15 divulgado pelo IBGE se baseia em dados coletados entre 14 de outubro e 12 de novembro, sendo comparados com os dados anteriores datados do período entre 12 de setembro e 13 de outubro.

A metodologia abrange regiões metropolitanas de Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e do município de Goiânia.

Fonte: Diário do Transporte

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

25 de janeiro de 2021

Empresários do transporte público de Campina Grande

apresentam problemas do setor ao prefeito Bruno Cunha

25 de janeiro de 2021

Sistema CNT lança ebook e site dedicados

à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais

22 de janeiro de 2021

Número de passageiros de ônibus em Mossoró

cai mais de 90% durante a pandemia

MAIS NOTÍCIAS