comunicação

Notícias

01 de agosto de 2014

Ônibus perdem 560 mil passageiros por dia
Pesquisa da NTU mostra que 175 milhões deixaram de usar ônibus em 2013

Ônibus perdem 560 mil passageiros por dia

Um levantamento anual feito pela Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) mostrou que a demanda pelo transporte urbano por ônibus atingiu uma marca negativa histórica: somente no ano passado, 175 milhões de passageiros deixaram de ser transportados na comparação com o ano anterior, o equivalente a 1,4% menos comparando o ano de 2013 ao de 2012. O percentual equivale a uma perda de 560 mil passageiros no sistema de transporte coletivo por ônibus por dia, com base em dados de nove capitais brasileiras mais representativas. Os dados estão publicados no Anuário NTU 2013/2014 e foram apresentados nesta sexta-feira (1º/08), durante coletiva de imprensa na sede da entidade em Brasília.

Segundo o presidente da NTU, Otávio Cunha, desde 1994 a produtividade do setor vem sendo prejudicada devido à queda da velocidade operacional, ao aumento dos custos dos insumos e à competição crescente com o transporte individual. "Todos esses fatores somados à queda do número de passageiros e ao aumento do óleo diesel colaboram para o cenário preocupante que o transporte público vive no país. É preciso que haja maior comprometimento do poder público com o setor", alerta Cunha.

Em 2013 também houve um aumento real de 2,75% no preço médio do óleo diesel, que é um dos principais insumos e representa uma parcela considerável dos custos operacionais das empresas. No entanto, após a coleta de dados da série histórica da NTU, realizada em outubro, houve dois aumentos consecutivos no preço do óleo diesel. Portanto, no período de dezembro/2012 até dezembro/2013, foi verificado um reajuste de quase 17% no preço do litro desse combustível.

Os indicadores da NTU ainda apontam para a consolidação da tendência de queda histórica da demanda, que alcançou a marca de 30% nos últimos 18 anos; e a redução real de 4,9% no valor da tarifa média ponderada em relação ao ano de 2012, nas cidades avaliadas pela NTU – Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

Fonte: www.ntu.com.br

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

30 de novembro de 2020

Vencedores do Prêmio CNT de Jornalismo

serão conhecidos em live nesta terça-feira (1º)

27 de novembro de 2020

ITL e SEST SENAT inauguram turma

de Especialização em Gestão de Finanças

27 de novembro de 2020

Inflação prévia do setor de transportes

para novembro tem alta de 1%

MAIS NOTÍCIAS