comunicação

Notícias

07 de novembro de 2013

População apoia faixas exclusivas
Pesquisa CNT/MDA mostra que brasileiros desaprovam congestionamentos

População apoia faixas exclusivas

 

A Pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta quinta-feira (7), revela que 66,5% da população apoia a criação de faixas exclusivas de ônibus. No caso das cidades com mais de 100 mil habitantes, o percentual é ainda maior, 82,6%. Transporte e mobilidade urbana são um dos principais temas abordados pelo levantamento da Confederação Nacional do Transporte (CNT).
Sobre os congestionamentos, 47,4% dos entrevistados disseram que enfrentam o problema em suas cidades, enquanto 52,6% responderam que não. A questão é mais preocupante nos grandes centros urbanos – 76,1% dos cidadãos convivem diariamente com engarrafamentos e 23,9% não.
As principais razões para o trânsito caótico nas cidades, segundo os entrevistados, são: excesso de carros nas ruas (51,3%), baixo investimento público em mobilidade urbana (23,6%), transporte urbano insuficiente (11,8%), cidades com ruas estreitas (10,2%), ônibus, trens e metrôs sucateados (2,3%). Apenas 0,8% não souberam responder ao questionamento.
A principal opção de transporte público disponível nas cidades é o ônibus (86,1%). Completam a lista os táxis (59,8%), trens (15,7%) e metrôs (14,4%). Nas cidades com mais de 100 mil habitantes, o ônibus é a principal opção de locomoção para 97,5% dos entrevistados.
Fonte: CNT Notícias

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

13 de maio de 2021

CNT e diversas entidades se posicionam sobre o

teor de biodiesel no óleo diesel comercializado à sociedade

13 de maio de 2021

SEST SENAT oferece novos serviços para

os caminhoneiros a partir desta semana

12 de maio de 2021

SEST SENAT leva atendimentos de saúde a taxistas

Ação nacional estará nos estados da Paraíba e Alagoas

MAIS NOTÍCIAS