comunicação

Notícias

01 de setembro de 2020

Reforma pode
elevar custos do transporte

Reforma pode

A atual proposta de reforma tributária discutida na Câmara dos Deputados pode elevar em até 20,52% o custo operacional das empresas de ônibus urbanos e forçar reajustes nas tarifas das grandes capitais, segundo estudo da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP).

Os cálculos foram feitos com base na PEC 45 - que tramita na Câmara e trata da substituição de PIS, Cofins, IPI, ICMS e ISS por um único Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS). A PEC 110, em discussão no Senado, tem amplitude maior e não há estimativa de alíquotas. Por isso, não foi considerada no estudo.

A análise apontou aumento de custo dos serviços para as concessionárias de 20,52% em São Paulo, de 20,05% em Belo Horizonte, de 19,94% em Curitiba, de 18,44% em Porto Alegre e de 18,25% no Rio de Janeiro. Isso ocorre fundamentalmente por causa da alta prevista em insumos como combustíveis, lubrificantes, pneus e autopeças usadas em reparos.

O risco de elevação das tarifas é temido pelas empresas porque o número de passageiros em ônibus urbanos já vem caindo ao longo das últimas duas décadas e meia, o que alimenta um círculo vicioso no preço das passagens. De 1994 a 2012, houve redução aproximada de 24% da demanda.

Desde 2013, quando uma sucessão de manifestações pelo país teve início por causa do aumento das passagens, a quantidade de passageiros caiu mais 26%. O tombo é atribuído à combinação de facilidades para a compra de automóveis, baixo investimento em corredores de ônibus e tarifas altas.

Na semana passada, a Câmara aprovou projeto de lei que prevê repasse de R$ 4 bilhões da União a Estados e municípios para socorro das empresas de transportes urbanos, incluindo ônibus e sistemas metroferroviários. Falta o aval do Senado. O governo concordou em liberar esses recursos, mas impôs condições, como a obrigatoriedade de licitações e reversibilidade dos bens (os ônibus) ao poder concedente no encerramento dos contratos.

Fonte: Valor Econômico

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

21 de junho de 2021

Transporte público precisa de socorro financeiro e reestruturação

Esse foi o consenso dos participantes da audiência pública

21 de junho de 2021

Transporte público vive onda de falências

21 grupos encerraram as atividades no período da pandemia

21 de junho de 2021

Recife aprova priorização de vacina contra

covid-19 para motoristas de ônibus

MAIS NOTÍCIAS