comunicação

Notícias

23 de setembro de 2011

TJ NEGA GRATUIDADE NOS TRANSPORTES PARA PASSAGEIROS ENTRE 6O E 64 ANOS EM AMERICANA

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ/SP) julgou inconstitucional o parecer que reconhecia a Lei Municipal 5.086, de outubro de 2010, que reduzia de 65 anos para 60 anos a idade mínima para as pessoas gozarem da gratuidade nos transportes públicos de Americana (SP). Desde março, o relator da ação, o desembargador Cauduro Padin, já havia determinado a suspensão da lei. Com a nova decisão os usuários de 60 a 64 anos de idade ficam obrigados a pagar as tarifas de ônibus no referido município. Para o TJ/SP, a gratuidade abaixo de 65 anos não está prevista na Constituição.

A Ação Direta de Inconstitucionalidade foi movida pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado de São Paulo (Setpesp). Entre as alegações do sindicato está a não indicação de uma fonte de custeio para assumir essa gratuidade por parte da prefeitura de Americana.

Fonte: Informativo da NTU

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

26 de fevereiro de 2021

João Pessoa amplia frota

com mais 30 veículos nos horários de pico

26 de fevereiro de 2021

Redução de passageiros durante a pandemia gera

prejuízo de R$ 2,6 bilhões para sistema de transporte de SP

25 de fevereiro de 2021

ANTP lança Portal Boas Práticas

Objetivo é apresentar experiências positivas para a mobilidade urbana

MAIS NOTÍCIAS