comunicação

Notícias

22 de abril de 2021

Transporte de SP
tem prioridade na vacina

Transporte de SP

O governo de São Paulo anunciou, nesta terça-feira (20), a inclusão de novos públicos na campanha da vacinação contra a covid-19, a partir de maio. De acordo com a Secretaria de Saúde do estado, cerca de 175 mil trabalhadores do setor de transporte vão iniciar a imunização contra o novo coronavírus no próximo mês.

No dia 11, terá início a imunização dos trabalhadores do Metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), das áreas de segurança, manutenção, limpeza; dos agentes de estação na linha de frente com 47 anos ou mais; além de operadores de trem de todas as idades. Já no dia 18, os motoristas e cobradores de ônibus do transporte coletivo municipal e intermunicipal poderão começar a receber a primeira dose.

Quem faz parte dos públicos-alvo da campanha pode realizar um pré-cadastro no site Vacina Já. O preenchimento do formulário leva de um a três minutos e economiza até 90% do tempo de atendimento nos postos de vacinação. O cadastramento online não é obrigatório, mas facilita a rotina das equipes da saúde e dos pacientes.

Grupo prioritário

Atendendo a pedido da CNT, o governo federal incluiu, em janeiro, segmentos dos profissionais do transporte no grupo prioritário da campanha nacional de vacinação contra a covid-19.

Estão no grupo prioritário os caminhoneiros; portuários, incluindo trabalhadores da área administrativa; empregados das companhias aéreas nacionais (aeronautas e aeroviários); empregados de empresas metroferroviárias de passageiros e de cargas; empregados de empresas brasileiras de navegação; e motoristas e cobradores do transporte coletivo rodoviário de passageiros, incluídos os motoristas de longo curso.

Veja aqui os requisitos necessários para a vacinação.

Imunização contra a gripe

A CNT também atuou para que trabalhadores do transporte fossem incluídos na campanha nacional de imunização contra o vírus da influenza, causador da gripe.

Em virtude do número de doses disponíveis, o ministério atendeu ao pedido parcialmente e contemplou caminhoneiros, motoristas e cobradores do transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso e trabalhadores portuários.

Esses profissionais estão na terceira etapa da campanha, que será realizada entre os dias 9 de junho e 9 de julho. A Confederação continuará atuando junto à pasta, para serem incluídos os demais segmentos de trabalhadores.

CNT

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

13 de maio de 2021

CNT e diversas entidades se posicionam sobre o

teor de biodiesel no óleo diesel comercializado à sociedade

13 de maio de 2021

SEST SENAT oferece novos serviços para

os caminhoneiros a partir desta semana

12 de maio de 2021

SEST SENAT leva atendimentos de saúde a taxistas

Ação nacional estará nos estados da Paraíba e Alagoas

MAIS NOTÍCIAS