comunicação

Notícias

31 de maio de 2016

Usuários fraudam
acesso a ônibus em JP

Usuários fraudam

As invasões de usuários pelas portas de desembarque dos ônibus urbanos de João Pessoa chegam a comprometer a saída daqueles que regularmente pagam suas passagens. A cena se repete diariamente e à exaustão em pontos de grande convergência, como o anel do Parque Solon de Lucena (Lagoa), sobretudo nos finais de tarde, por pessoas de todas as idades, inclusive jovens, muitos deles oriundos de rolezinhos no Tambiá Shopping.

Quem paga

Muitos que entram pela porta da frente ainda costumam pular a catraca, causando uma evasão de receita que prejudica as empresas e também a população, que além da tarifa, arca com o ônus de benefícios concedidos e não subsidiados pelos governos, a exemplo da meia-passagem estudantil e gratuidade do passe livre de vários segmentos sociais.

Utilizar-se de meio de transporte sem dispor de recursos para efetuar o pagamento é crime de fraude previsto no artigo 176 do Código Penal, que prevê pena de detenção 15 dias a dois meses ou multa.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

07 de agosto de 2020

PL que votará ajuda ao transporte público

define repasse a cidades com mais de 200 mil habitantes

06 de agosto de 2020

Câmara aprova urgência para votação

da ajuda de R$ 4 bilhões às empresas de ônibus

05 de agosto de 2020

Crise no transporte público de Campina Grande

obriga empresas a operarem com apenas 30% da frota

MAIS NOTÍCIAS